Medicamentos

Loratadina prescrita mais de uma vez ao dia

03/02/2017 - 10:23

PERGUNTE AO CIM
PERGUNTE AO CIM
            É racional usar loratadina 10mg mais de uma vez ao dia?
            Loratadina é um anti-histamínico de longa ação (o tempo de meia-vida mais longo permite a administração em dose única diária1), indicado para asma alérgica2,4, urticária e rinite alérgica1,2,4,5,6.
            A dose oral recomendada é de 10mg uma vez ao dia1,2,3,4,5,6, e, alternativamente2,3,6 para rinite alérgica em adultos e crianças2,6 com 6 anos ou mais6, de 5mg a cada 12 horas2,3,6.            
            É relatado que, quando 10mg de loratadina são administradas em dose diária única ou múltipla, o efeito antialérgico persiste por 24h ou mais4,5,6,7; contudo, a duração do efeito varia conforme a dose.
            Em um estudo com pessoas saudáveis recebendo 10mg, 20mg, ou 40mg de loratadina duas vezes ao dia por 28 dias, a melhora da urticária induzida por loratadina persistiu por pelo menos 12h após a administração da primeira dose do medicamento e por pelo menos 32h, 36h ou 48h após a administração da última dose de 10mg, 20mg, ou 40mg, respectivamente. Em outro estudo em adultos saudáveis recebendo dose única diária de loratadina, a melhora da urticária induzida por loratadina persistiu por 12h após dose oral de 10mg, enquanto a melhora com doses de 40mg e 80mg foi maior, chegando a 48 horas6.
            Portanto, apesar de suas características farmacocinéticas permitirem a administração de dose diária única, para que haja um efeito prolongado, a loratadina pode ser prescrita em doses superiores a 10mg ao dia e inclusive mais de uma vez ao dia, dependendo da situação clínica e a critério de um médico ou farmacêutico.
Texto elaborado por Acadêmico Iago Christofoli
Revisado por Prof. Farm. Tatiane da Silva Dal Pizzol
 
 
  1. DUNCAN, B.B.; SCHMIDT, M.I.; GIUGLIANI, E.R.J.; Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidências. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013.
  2. DRUG Facts and Comparisons2014 Edition. St.Louis: Facts and Comparisons, 2013.
  3. SWEETMAN S. (Ed), Martindale: the complete drug reference. London: Pharmaceutical Press. Electronic version, Greenwood Village, Colorado: Truven Health Analytics. The Healthcare Business of Thomson Reuters. Disponívelem:http://www.micromedexsolutions.com/home/dispatch.  Acesso em: 31/01/17.
  4. DRUGDEX® System. MICROMEDEX® Truven Health Analytics. The Healthcare Business of Thomson Reuters. Disponível em: http://www.micromedexsolutions.com/home/dispatch. Acesso em:03/01/2017.
  5. SNOKE, J. et al. Drug Information Handbook. 23. ed. Hudson: Lexi-comp, 2014.
  6. MCEVOY, G. K. (Ed.) AHFS Drug Information. Bethesda: ASPH, 2014

CIMRS.org.br
Medicamentos

Enviar Comentário